terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Descobertos túmulos dos construtores das pirâmides do Egipto

Um grupo de arqueólogos egípcios descobriu um conjunto de novos túmulos, com mais de quatro mil anos que, de acordo com os especialistas, albergam os corpos dos trabalhadores que construíram as famosas pirâmides de Gize e que ali morreram durante a construção.

Os túmulos são contemporâneos da 4ª dinastia do Egipto, entre 2574 a.C. e 2467 a.C.

O facto de se encontrarem à sombra dos monumentos sagrados que ajudaram a erguer, mostra que, ao contrário da ideia comummente difundida, os construtores das pirâmides não eram escravos, mas homens livres. Por muito tempo, filmes e outros média retrataram escravos trabalhando no deserto para construir as gigantescas pirâmides, esforços que acabavam sempre numa morte miserável.

Segundo o director do Conselho Supremo de Antiguidades do Egipto, Zahi Hawass, esta descoberta vem destruir todas essas ideias feitas sobre a história do Antigo Egipto, nomeadamente no que toca ao mistério que sempre envolveu a identidade de quem trabalhou na construção das pirâmides: "Estes túmulos foram construídos ao lado da pirâmide do rei, o que indica que essas pessoas não eram escravas”, disse Hawass, completando: “Se fossem escravos, não teriam o direito de construir os seus túmulos ao lado do túmulo do rei".

Estes novos dados adiantam ainda que os trabalhadores tinham melhores condições de trabalho do que anteriormente se pensava.

Os vestígios provam que aproximadamente 10 mil pessoas trabalharam na construção das pirâmides, em equipas de trabalho substituídas de três em três meses por novas equipas de trabalhadores. Os restos encontrados mostram que essas pessoas que trabalhavam na construção das pirâmides recebiam diariamente 21 cabeças de gado bovino e 23 ovelhas que lhes eram enviados por explorações do Norte e do Sul do Egipto. Os agricultores que contribuíam ficavam isentos de impostos.

Os primeiros túmulos foram encontrados em 1990 e nessa mesma década a equipa de Zahi Hawass já havia encontrado trabalhos em grafite nas paredes das pirâmides, trabalhos esses realizados por trabalhadores que de denominavam de “amigos de Khufu”. Este foi mais um indício de que esses trabalhadores não podiam ter sido escravos.

Os túmulos destes construtores das pirâmides eram construídos com tijolos de barro e cobertos com estuque branco, talvez para imitarem os dos cidadãos mais ricos que eram feitos de calcário.

Esta recente descoberta é muito importante porque dá-nos a conhecer um outro lado do Egipto Antigo, o das classes mais baixas e vem ajudar-nos a descobrir qual o estilo de vida das pessoas que ali viveram há mais de 4 mil anos, o que até agora não tinha sido possível saber através do estudo dos monumentos dedicados a faraós, nobres e sacerdotes. Estas podem vir a ser as maiores descobertas arqueológicas dos séculos XX e XXI.

39 comentários:

  1. Estou muito satisfeito por ter encontrado você, com seu blog Qiue saber a partir de agora eu vou estar bem informados sobre as recentes descobertas. Especialmente em arqueologia você sabe que a modernidade com suas crises financeiras e golpes deixou despercebido, você sabe como é importante cobrir urgente. Un besote y gracias por compartir.

    ResponderEliminar
  2. Muy interesante artículo.
    Muchas gracias por esa precisión de datos y ese encuentro con el mundo maravilloso de la arqueología.
    El misterio de las pirámides es apasionante.
    Un beso

    ResponderEliminar
  3. Mais um tema importante e interessante,daqueles de k tanto gosto!
    Parabéns!
    Beijo.
    isa.

    ResponderEliminar
  4. Olá caro amigo... bom dia..

    ... Es interasante... lo que cuentas, la verdad es que no lo sabía, y es una información atrayente.

    Quiero decir... siempre pensé en esos hombres esclavos que levantaron aquellas piramides..y lo mismo me ocurre cuando estoy en una de esas catedrales Españolas por ejemplo del Gotico o del románico..

    ...¿quienes eran aquellas personas?
    ¿como sobrevian... como tiraban, cuanto sufrian?..

    ...y bueno este descubrimiento arroja luz sobre que esos trabajadores, con independencia de que fueran esclavos o no.... al menos eran dignamente enterrados... con esas creencias en la vida eterna que los egipcios tenian....

    .. y esa dignidad devuelta hoy con estos descrubrimientos me parece apasionante.

    Por otro lado... sinceramente... no creo que no fueran esclavos...

    ... eso está por demostrar.. pero al menos la vida del mas allá, era para todos y no sólo para unos pocos.

    Un abrazo.... ´

    ¿que tal por Portugal.... me dijeron que en la costa, cerca de Lisboa había una especie de temporal.... muy fuerte con mucho viento que arruinó algunos lugares?.....

    Saludos

    ResponderEliminar
  5. Nossa! Que fantástico! Isso muda totalmente a história!
    Bjos na alma!

    ResponderEliminar
  6. Mira que te lo curras Poseidon, no te falta el minimo detalle o matiz, al entrar en este blog, me siento un poco mas culta, ya tu sabes que mis temas de cierta manera tambien son arqueologicos, jajajajajaja.
    Besazos con sumo gusto

    ResponderEliminar
  7. Agradecendo a visita e carinho.
    Amo passar por aki.

    Beijos e carinhos meus!

    M@ria

    ResponderEliminar
  8. Mais um trabalho de excelente nível a que o FArol nos habituou!
    Pesquisa meticulosa....e positiva!
    Intrigante essas multidões das pirâmides!

    ...gostei do apontador!
    Tenho andado arredado, mas não quero deixar, neste meu primeiro contacto... de formular votos de um Excelente 2010!
    Bj

    ResponderEliminar
  9. Muy buena entrada, me encanta egipto y sus piramides de siempre me fascino ese epoca de la historia.

    Besos.

    ResponderEliminar
  10. ' Oi amigo...
    Muito obg pelos parabéns viu^^
    Te gosto muiito já...
    bjoo's no ♥

    Josy*

    ResponderEliminar
  11. Ola amigos, e querida Tétis... mais um post fabuloso... sabes estive no Egipto há 3 anos atrás e adorei, uma das viagens mais belas que já fiz... mas sabes o que mais me desiludiu... pois é, foram as pirâmides... em contrapartida adorei visitar o Vale dos Reis...

    Biejos grandes para ti, para o Argos, para Amizade e claro para Poseidon

    ResponderEliminar
  12. Olá, boa tarde.
    Sou professora, pesquisadora e contadora de histórias.Vivo de blog em blog angariando leitores e tentando divulgar o meu pelo simples fato de perpetuar a história de meu país - tenho medo que ela seja engolida por toda essa globalização.
    Se gostar de meu esdpaço e achar minha proposta coerente, por favor SIGA-ME nesta luta por um mundo melhor.
    FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... está convidando para conhecer uma lenda bastante contemporânea - a do pássaro-cabeça-de-vento.
    É só clicar no link http://www.silnunesprof.blogspot.com que você chega até lá rapidamente.
    Gostaria que tivesse um pouquinho mais de paciência comigo, estou com alguns probleminhas para resolver: preciso de um novo exame de vista e de um monitor novo, o meu está meio embaçado, já tentei regular, mas o problema está com ele mesmo, tenho de comprar outro. E agora não me encontro em condições disso - só eu sei o sacrifício que faço para postar as histórias.
    Se já passei por aqui, mil perdões. Como disse, a falta dos meus óculos e esse monitor com problemas não me deixam enxergar direito.
    Que os bons ventos soprem a seu favor neste ano de 2010.
    A PAZ .
    Saudações Florestais !

    ResponderEliminar
  13. Minha amiga, desde minha epoca de escola, sempre adorei ler sobre as Piramides, a cultura Egipcia, sempre me encantei por esses misterios....um beijo e um belo dia pra ti.

    ResponderEliminar
  14. El Drac

    Obrigada pela sua visita e seu comentário.

    A sua presença será sempre bem-vinda neste nosso Farol.

    Já visitei o seu blog que achei muito interessante. Passarei por lá sempre que me for possível.

    Un besote também para você!...

    ResponderEliminar
  15. Hola Candi

    Gracias por tus palabras.

    También me encanta el misterio de las pirámides. Son monumentos llenos de historia apasionante.

    Besitos

    ResponderEliminar
  16. Amiga Isa

    Fico feliz por ter acertado em mais um tema de que muito gostas.

    Penso que são muitos aqueles que são apaixonados por estes gigantescos monumentos e pelos segredos que encerram.

    Beijos

    ResponderEliminar
  17. Hola Estrella

    Gracias por tu comentario.

    Pienso que las pirámides e sy historia continuar siempre seguirá siendo un misterio.

    La lluvia, el frío y el viento insisten en quedarse en Portugal. hay zonas con una gran cantidad de daños y destrucción.

    Besitos

    ResponderEliminar
  18. Amiga Reyel

    Sim, esta é uma descoberta que nos faz ver a história por outro prisma.

    Mas, o mistério em relação às pirâmides, que tanto nos seduz, esse será eterno!...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  19. Hola Amor

    Gracias por tu visita y participación.

    Saludos de los amigos del Farol,

    Tétis, Argos e Poseidón

    ResponderEliminar
  20. Olá Maria

    É sempre um prazer e uma alegria ver-te pelo nosso Farol.

    Volta sempre, pois já nos habituámos à tua presença amiga.

    Beijinhos dos 3 amigos do Farol

    ResponderEliminar
  21. Amigo Sight Xperience

    Obrigada pelas palavras sempre amigas e incentivadoras.

    Quanto ao "apontador" saiba que foi difícil encontrar un "farolito" que ficasse bem aqui no nosso blog.

    Aproveito para lhe desejar, em meu nome e dos meus dois amigos, um óptimo ano de 2010.

    Beijos da "menina" e abraços dos "meninos"

    Tétis, Argos e Poseidón

    ResponderEliminar
  22. Hola Emy

    También me fascina y encanta Egipto, sus pirámides y toda la civilización egipcia.

    Besitos

    ResponderEliminar
  23. Olá Josy

    Obrigada pela visita e comentário.

    É sempre um prazer ver você aqui pelo Farol.

    Bjs

    ResponderEliminar
  24. Olá Cristina

    O Egipto está na lista dos países que ainda não conheço e que mais gostaría de visitar.

    Porque é que as pirâmides te desiludiram? Acontece que muitas vezes criamos expectativas acerca de um local, um monumento e quando temos a oportunidade de o conhecer verificamos que nada é como idealizámos. Será que foi o que te aconteceu?

    Beijinhos dos amigos do Farol

    ResponderEliminar
  25. Hola Tétis,
    La arqueología es uno de mis temas favoritos y sobre todo la Egiptología....es apasionante.
    Gracias por traer un poco de luz con este post.
    Un beijo

    ResponderEliminar
  26. Hola Tétis,
    La arqueología es uno de mis temas favoritos y sobre todo la Egiptología....es apasionante.
    Gracias por traer un poco de luz con este post.
    Un beijo

    ResponderEliminar
  27. desconocía esta información, muy buena, ya les comparto su blog a mis amigos historiadores, saluditos Daniel

    ResponderEliminar
  28. Querida amiga Tétis,

    como siempre nos presentas un post maravilloso que tb ayuda a saber como fueron y que paso en aquellos otros tiempos..

    Te felicito amiga por tanta pasion, maestria y sabedoria.

    BEIJOS

    ResponderEliminar
  29. Olá Silvana

    Estamos gratos por passares pelo nosso Farol e será com todo o gosto que te iremos visitar.

    O que defendes: "perpetuar a história do teu país" é uma causa muito nobre e por isso poderás contar desde já com o nosso apoio e amizade.

    Desejamos as maiores felicidades para o teu blog, para aquilo que defendes e esperamos que recuperes bem depressa desses problemas de saúde com que te estás a debater.

    Beijinhos dos amigos do Farol da Amizade,

    Tétis, Argos e Poseidón

    ResponderEliminar
  30. Olá Everson

    Pois então já descobrimos mais um gosto comum: a paixão pela cultura e civilização egípcias.

    Obrigada pela visita e pelo apoio.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  31. Olá Yoli

    Com este post descobri que existe por aqui muitos amigos também eles apaixonados pela Arqueologia e pela Egiptologia.

    Prometo (vamos ver se conseguirei cumprir) trazer mais notícias sobre estes temas.

    Obrigada pela visita e pelas palavras amigas.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  32. Hola Daniel

    Gracias por tu visita y por tu comentario.

    Me encanta saber que vas a compartir este blog a tus amigos historiadores. Es una honra y un placer para nosotros.

    Besitos

    ResponderEliminar
  33. Olá amigo Poseidón

    Obrigada pelo teu incentivo, pelo teu apoio sempre constante e pela tua Amizade.

    Je t'embrasse, mon ami

    ResponderEliminar
  34. Olá amiga Tétis

    Julgo que de uma forma ou de outra, todos nós sentimos um fascínio pela civilização egípcia e pelos mistérios e mitos que ainda encerra.
    Da minha parte, confesso que sou completamente “atraído”pelo Egipto antigo, principalmente pelo culto funerário. Os seus rituais, textos funerários e as representações do Além fascinam-me.
    Daí, ter lido com “avidez” o teu texto!
    Obrigado por compartilhares connosco esta informação. Mais uma peça do puzzle no local certo, mais um mito desfeito!

    Abraço grande, grande

    ResponderEliminar
  35. Adorei este post!
    Não sei porquê sempre senti um grande fascínio pelo Egipto e sua civilização.
    Já nos tempos de estudante isso acontecia, e, com o passar do tempo, não esmoreceu.
    Acho espantoso como os arqueólogos conseguem chegar a determinadas conclusões.
    Grata por estes ensinamentos.

    Obrigada pela visita ao meu "Lírios". Volta sempre. Há lá uns braços abertos para te receberem.

    Beijinhos
    Mariazita

    ResponderEliminar
  36. Olá amigo Argos

    É verdade, o Egipto Antigo tem um poder fascinante sobre muitos de nós. Penso até que quem leia um pouco sobre a civilização egípcia ficará para sempre "agarrado" a todo aquele mundo misterioso e até um pouco mágico.

    Sobre os textos funerários, tive já ocasião de ver extractos do "Livro dos Mortos" no Museu do Louvre e no British Museum e digo-te que, sem entender o que lá está escrito, é de uma pessoa ali ficar a olhar tempos sem fim. sem conseguir arredar pé.

    Um grande abraço

    ResponderEliminar
  37. Olá Mariazita

    Fiquei muito agradada e feliz pela tua visita a este nosso Farol.

    Já fui conhecer os teus blogues que achei muito interessantes e com informações curiosas e úteis. Irei visitar-te sempre que me seja possível.

    Quanto a esta informação sobre as pirâmides do Egipto, também eu me surpreendo um pouco como a Ciência tem evoluído a ponto de nos permitir chegar a conclusões e a resultados como este.

    Quando quiseres e puderes, aparece sempre cá pelo Farol pois também aqui tens 3 pares de braços abertos para te receber.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  38. Mais uma lição, neste caso de
    história arqueológica...
    Abraço

    ResponderEliminar
  39. Olá Mestre

    É verdade, amigo, a Arqueologia é também um tema que me fascina. E a história do Antigo Egipto tem um poder quase mágico sobre mim.

    Beijinhos

    ResponderEliminar

Cada comentário a este post é mais um Facho de Luz que nos ilumina.
Mas, se apenas quiser assinalar a sua presença, dar-nos um recadinho ou dizer-nos um simples “olá”, poderá também fazê-lo no nosso Mural de Recados.
A equipa do Farol agradece o vosso carinho e Amizade.