domingo, 23 de setembro de 2018

Outono



Crepúsculo de Outono

O crepúsculo cai, manso como uma bênção.
Dir-se-á que o rio chora a prisão de seu leito...
As grandes mãos da sombra evangélicas pensam
As feridas que a vida abriu em cada peito.

O outono amarelece e despoja os lariços.
Um corvo passa e grasna, e deixa esparso no ar
O terror augural de encantos e feitiços.
As flores morrem. Toda a relva entra a murchar.

Os pinheiros porém viçam, e serão breve
Todo o verde que a vista espairecendo vejas,
Mais negros sobre a alvura unânime da neve,
Altos e espirituais como flechas de igrejas.

Um sino plange. A sua voz ritma o murmúrio
Do rio, e isso parece a voz da solidão.
E essa voz enche o vale...o horizonte purpúreo...
Consoladora como um divino perdão.

O sol fundiu a neve. A folhagem vermelha
Reponta. Apenas há, nos barrancos retortos,
Flocos, que a luz do poente estáctica semelha
A um rebanho infeliz de cordeirinhos mortos.

A sombra casa os sons numa grave harmonia.
E tamanha esperança e uma tão grande paz
Avultam do clarão que cinge a serrania,
Como se houvesse aurora e o mar cantando atrás.

(Manuel Bandeira)


terça-feira, 11 de setembro de 2018

Recordando... Otis Redding



Recordamos hoje Otis Redding (1941-1967), o cantor de soul norte-americano, apelidado de “The King of Soul” e considerado, pela revista de referência Rolling Stone, o 8º maior cantor e o 21º maior artista de todos os tempos.

Com um futuro promissor, Otis Redding perdeu a vida precocemente num desastre aéreo, contava apenas 26 anos de idade.

Vamos escutá-lo num dos seus grandes sucessos póstumo “(Sittin’ On) the Dock of the Bay”, de cuja letra também é autor.

... *** ...

(Sittin' On) The Dock of the Bay

Sittin' in the mornin' sun
I'll be sittin' when the evenin' comes
Watchin' the ships roll in
Then I watch 'em roll away again
I'm sittin' on the dock of the bay
Watchin' the tide, roll away
I'm sittin' on the dock of the bay
Wastin' time
I left my home in Georgia
And I headed for the Frisco Bay
'Cause I've got nothin' to live for
Looks like nothin's gonna come my way, so
I'm just come sittin' on the dock of the bay
Watchin' the tide roll away
I'm sittin' on the dock of the bay, wastin' time
Looks like nothin's gonna change
Everything seems to stay the same
I can't do what ten people tell me to do
So I guess I'll remain the same
I'm sittin' here restin' my bones
And this loneliness won't leave me alone
This two thousand miles I roamed
Just to make this dock my home
Now I'm just sittin' on the dock of the bay
Watchin' the tide roll away
Sittin' on the dock of the bay
I'm wastin' time


segunda-feira, 27 de agosto de 2018

Dentro de cada persona..


"Dentro de cada pessoa, há sacrifícios e renúncias que ninguém vê"

"Dentro de cada persona, hay sacrificios y renuncias que nadie ve"

"Au sein de chaque personne, il y a des sacrifices et des renoncements que personne ne voit"



Nueva canción de Roberto Carlos & Alejandro Sanz



quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Morreu Aretha Franklin, a rainha da soul



Conhecida por sucessos como Respect e (You make me feel like) a natural woman, era considerada uma das melhores cantoras de todos os tempos.

É frequente a imprensa entusiasmar-se e chamar a esta ou àquela estrela em ascensão no espaço mediático, seja no top de vendas seja fora dele, princesa disto e rei daquilo. Mas quando de trata de alguém com o talento de Aretha Franklin, não há exagero algum em usar a expressão rainha da soul. Escreva-se, por isso, que esta quinta-feira morreu a rainha da soul. Tinha 76 anos. A notícia foi avançada pela Associated Press, citando a agente da cantora.
Na segunda-feira, a agência de notícias Associated Press tinha já garantido que Aretha Franklin estava “seriamente doente”, citando uma fonte próxima e sem avançar quaisquer pormenores.

Desde 2010, ano em que lhe foi diagnosticado um cancro no pâncreas, que o estado de saúde de Franklin enfrentava altos e baixos, escrevia o diário britânico The Guardian. Depois de uma operação, a cantora foi sujeita a uma série de tratamentos que a fizeram perder muitos quilos, mas continuou a dar concertos.
No ano passado, mais debilitada, Franklin anunciou que se retirava dos palcos, embora mantivesse o seu trabalho de estúdios e estivesse disponível para uma ou outra actuação em eventos especiais. Foi o que aconteceu em Novembro, numa gala em que se celebravam os 25 anos da fundação de Elton John de luta contra a sida. Franklin fechou a noite em Nova Iorque com uma colecção de canções que incluiu I say a little prayer e Freeway. No mesmo mês lançou aquele que é, à data, o seu último álbum — A Brand New Me. Ficar em casa sem fazer nada, dizia, não estava nos seus planos.
Já este ano, e por ordem médica, cancelara duas destas actuações especiais: em Março, em Newark, na festa do seu 76.º aniversário; e em Abril, no New Orleans Jazz and Heritage Festival.


Com uma carreira com seis décadas que inclui 18 Grammys e sucessos como Respect(You make me feel like) a natural womanI say a little prayerThink e Chain of Fools, Aretha Franklin ficou também conhecida pelo seu activismo na defesa dos direitos civis. Em 1968 cantou no funeral de Martin Luther King, ícone da luta pela igualdade racial nos Estados Unidos, e em 2009 na tomada de posse de Barack Obama, o primeiro afro-americano a chegar a Presidente dos EUA. Obama dizia-se, aliás, um dos seus maiores fãs, e em 2015 foi dos que mais se comoveu com a actuação surpresa da cantora na gala anual do Kennedy Center.

Intérprete de excepção do gospel, do R&B e da soul, Franklin foi, em 1987, a primeira mulher a entrar no Rock & Roll Hall of Fame.
“Não creio que tenha conhecido alguém que possua um instrumento como o dela e que tenha um background tão rigoroso no gospel, no blues e no vocabulário essencial da música negra”, disse sobre Aretha Franklin Ahmet Ertegun, co-fundador da Atlantic Records, editora em que gravou muitas das suas melhores canções. “Ela foi abençoada com uma extraordinária combinação de uma sofisticação urbana notável com aquele feeling profundo do blues… O resultado é, talvez, a melhor cantora dos nossos tempos.”

Em 2008, a Rolling Stone, uma das revistas mais respeitadas na área da música, publicou a lista das 50 melhores vocalistas de sempre – Aretha Franklin ocupava o primeiro lugar, resultado da votação de um painel composto por 180 especialistas.
Na entrada que sobre ela se escreveu nesse número dedicado às Melhores cantoras de todos os tempos podia ler-se: “Aretha é um presente de Deus. Quando se trata de dizer alguma coisa através de uma canção, não há ninguém como ela. Ela é a razão que leva as mulheres a querem cantar.”


(In: Público, 16 Agosto 2018)






quarta-feira, 1 de agosto de 2018

La vie sur terre est un passage..


 La vie sur terre est un passage
L’amour est un mirage,
Mais l’amitié est un « Fil d’or »
Qui ne se brise qu’à la mort.

Tu sais ! L’enfance passe,
La jeunesse suit, la vieillesse la remplace
Puis la mort nous ramasse…

La plus belle fleur du monde perd sa beauté,
Mais une amitié fidèle dure pour l’éternité.
Vivre sans amis, c’est mourir sans témoin..



quinta-feira, 19 de julho de 2018

Dizer Não


Dizer Não


Diz NÃO à liberdade que te oferecem, se ela é só a liberdade dos que ta querem oferecer. Porque a liberdade que é tua não passa pelo decreto arbitrário dos outros.

Diz NÃO à ordem das ruas, se ela é só a ordem do terror. Porque ela tem de nascer de ti, da paz da tua consciência, e não há ordem mais perfeita do que a ordem dos cemitérios.

Diz NÃO à cultura com que queiram promover-te, se a cultura for apenas um prolongamento da polícia. Porque a cultura não tem que ver com a ordem policial mas com a inteira liberdade de ti, não é um modo de se descer mas de se subir, não é um luxo de “elitismo”, mas um modo de seres humano em toda a tua plenitude.

Diz NÃO até ao pão com que pretendem alimentar-te, se tiveres de pagá-lo com a renúncia de ti mesmo. Porque não há uma só forma de to negarem negando-to, mas infligindo-te como preço a tua humilhação.

Diz NÃO à justiça com que queiram redimir-te, se ela é apenas um modo de se redimir o redentor. Porque ela não passa nunca por um código, antes de passar pela certeza do que tu sabes ser justo.

Diz NÃO à verdade que te pregam, se ela é a mentira com que te ilude o pregador. Porque a verdade tem a face do Sol e não há noite nenhuma que prevaleça enfim contra ela.

Diz NÃO à unidade que te impõem, se ela é apenas essa imposição. Porque a unidade é apenas a necessidade irreprimível de nos reconhecermos irmãos.

Diz NÃO a todo o partido que te queiram pregar, se ele é apenas a promoção de uma ordem de rebanho. Porque sermos todos irmãos não é ordernarmo-nos em gado sob o comando de um pastor.

Diz NÃO ao ódio e à violência com que te queiram legitimar uma luta fratricida. Porque a justiça há-de nascer de uma consciência iluminada para a verdade e o amor, e o que se semeia no ódio é ódio até ao fim e só dá frutos de sangue.

Diz NÃO mesmo à igualdade, se ela é apenas um modo de te nivelarem pelo mais baixo e não pelo mais alto que existe também em ti. Porque ser igual na miséria e em toda a espécie de degradação não é ser promovido a homem mas despromovido a animal.

E é do NÃO ao que te limita e degrada que tu hás-de construir o SIM da tua dignidade.

(Vergílio Ferreira, in “Conta-Corrente 1”)

quinta-feira, 12 de julho de 2018

Acróstico..


Hoy os propongo estos dos Acrósticos , ya me diras cual te gusta mas.

DUDAR

Dudar sobre algo,
Una cosa por otra.
Desconfiar o recelar de alguien o algo con;
Acción y efecto de tergiversar llegando a
Reacciones de temor, desconfió o sospecho..

SALUD

Salud: estado completo bienestar físico, mental y social.
Alabado sea quien tiene este bienestar sin,
Lesión ni padece ninguna enfermedad
Una serie de condiciones envidiable
Deseos que nos llevan entre Causa-Efecto así como Emoción –Sentimiento