quarta-feira, 12 de maio de 2010

Remanso

Vês este rio largo e calmo, com pequenas "ilhotas" cheias de vegetação e pesqueiras em pedra?

Ali, onde o afluente se mistura com ele fazendo "quedas de água" em miniatura, há lajes grandes e tão planas que servem de praia aos poucos banhistas. Mas hoje não há ninguém, já é tarde.

Consegue-se ter uma visão ampla de toda a área envolvente deste pequeno miradouro. Há uma pequena ponte do caminho-de-ferro recuperada, pinheiros e eucaliptos.

Se fechares os olhos ouves e sentes os "sons" todos misturados, mas se te fores concentrando consegues separá-los: primeiro ouves o som da água, depois a aragem nas folhas e o ranger dos ramos. Consegues distinguir o assobio de um melro e o canto de uma rola. Sentes o cheiro das sementes de eucalipto esmagadas pelas rodas das bicicletas que passaram na ecopista.

Com um pouco de sorte, se mantiveres o silêncio e a imobilidade, avistas um guarda-rios a pairar, mergulhar e desaparecer num instante ou um esquilo a saltitar nas árvores, mas para isto é preciso sorte e muito tempo.

A noite está quase aí, são aqueles últimos minutos de luz que ninguém consegue descrever, aquela paz, aquele tempo que se pudesse eu fazia parar.

23 comentários:

  1. Árgos, he sentido la paz de ese río; la tranquilidad de ese momento último de luz, que nadie puede robar al horizonte...

    Besos para los tres.

    ResponderEliminar
  2. O outono chega manso
    pra levar o sol para passear
    e a Lua mais cedo despertar.

    (Sirlei L. Passolongo)


    Beijos e Poesia no coração!

    ResponderEliminar
  3. "Nunca deixes de sorrir, nem mesmo quando estiver triste, porque nunca se sabe quem pode se apaixonar por teu sorriso."

    __Gabriel Garcia Marquez__


    Feliz Noite com amor e poesia!

    ResponderEliminar
  4. Meu querido amigo
    Li com tanto prazer, que me senti nesse belo cenário, e foi bom.

    Deixo beijinhos
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  5. Ousarei ser uma linda borboleta
    pra sobrevoar sob seu jardim
    adentrar sua janela
    e tocar-te, suavemente
    como quem diz:
    Eu te adoro!
    Verdadeiramente!
    Vim até você
    agora, voe até mim.

    (Sirlei L. Passolongo)

    Beijos & Flores.......Boa Noite!!

    ResponderEliminar
  6. Argos,

    Que linda a sua postagem...tudo o que precisamos é desses momentos de paz, oq ue quase não se encontra mais em nossos dias agitados nas grandes metrópolis, como eu, aqui em São Paulo...

    Que dera o tempo parasse, e pudéssemos ouvir o silêncio...

    Um beijo a vc e a todos!

    Reggina Moon

    ResponderEliminar
  7. Precioso Argos.Que paz, que tranquilidad me has echo sentir con tu forma de narrarlo. Bella entrada, con una gran carga de sosiego. Un beso enorme a los tres


    He tenido bastantes problemas con mi ordenador, por eso mis ausencias, pero ya solucionados, vuelvo a delitarme con vuestro bello trabajo Argos.

    ResponderEliminar
  8. Lindíssimo texto...
    Transmite a tranquilidade de que,por vezes tanto precisamos.
    Há um miminho para você,meus Amigos,
    no Momentos.
    Que gostem!
    Beijo.
    isa.

    ResponderEliminar
  9. No tengo la dicha de conocer ese lugar pero al ver la imagen me da la sensación de ser un verdadero remanso de PAZ.
    Saludos al trio.

    ResponderEliminar
  10. Muy linda entrada Argos.

    Parabén.

    Moito obrogada

    Maite

    ResponderEliminar
  11. Amigo Argos,

    Tb me gusta mucho esa paz y tranquilidad.

    Sabes que tengo la suerte de tener un lugar asi cerca de mi casa!

    Muchas veces voy alli para intentar hacer eso que dices :

    "aquela paz, aquele tempo que se pudesse eu fazia parar."

    Tb me gusta acompañar y parar el tiempo en esos momentos..

    Precioso tu post amigo.

    Un abrazo

    ResponderEliminar
  12. Claro que não te vou perguntar onde fica esse Paraíso, mas que me apetecia, apetecia.
    Sabes? Costumo dizer que essa hora que referes, essa luminosidade que antecede a noite, é a "hora de todas as loucuras" porque, sem dúvida, é mágica! Só falta, para a beleza ser mais completa, a visão de uma andorinha. já viste pássaro mais harmonioso, mais delicado?
    Muito bem escrito, menino Argos, este post (aliás como todos!).
    Abraço grande.

    ResponderEliminar
  13. Hola Argos..

    Me ha gustado mucho.

    ... conozco esas sensaciones de paz, de observar, de percibir, de sentir la naturaleza...
    ...

    es algo indescriptible.... intenso...

    y tu lugar mágico, parece tan bonito, tan tranquilo, y ese atardecer... que hace suspirar y sentir la vida.

    Me ha gustado tu paz, gracias por hacerla nuestra y dejar que estemos tranquilos un ratito después de un largo día de trabajo

    Un besazo en español.... aunque en francés suenan muy bien, ja, ja, ja

    ResponderEliminar
  14. És precária e veloz, Felicidade.
    Custas a vir e, quando vens, não te demoras.
    Foste tu que ensinaste aos homens que havia tempo,
    e, para te medir, se inventaram as horas.

    Cecilia Meireles

    Beijos de coração prá coração!! M@ria

    ResponderEliminar
  15. Amigo Argos

    Desta vez não direi "boa escolha" para expressar o que achei da parte escrita deste post.

    Desta vez direi "quando nos deixamos embriagar pelo belo que nos rodeia e depois permitimos que a pena reproduza o que nos vai no coração, só pode resultar beleza, calma, amor e paz".

    É tudo isso o que nos consegues transmitir neste texto deliciosamente idílico, que mais não é do que um poema em prosa, saído dum coração enorme que sabe "sentir" a natureza em todo o seu esplendor.

    A imagens que, ao que parece correspondem ao local que descreves, são também lindas e fazem-nos sonhar e ainda acreditar que vale a pena lutar por um mundo melhor!...

    Um enorme abraço com toda o meu carinho e Amizade.

    ResponderEliminar
  16. A porta esta aberta,“Entre”!
    O caminho é curto,
    Cheio de essência,
    Pronto pra te dar boas vindas.

    Amor e Paz no seu FDS.....M@ria

    ResponderEliminar
  17. Ola amigo Argos
    Senti-me em paz ao ler-te. Fico-te grata, é mesmo o que preciso, paz e tranquilidade, encontrei aqui.

    Um beijo carinhoso para ti
    Isa

    ResponderEliminar
  18. A todos os amigos que estiveram aqui comigo neste momento de paz e tranquilidade, o meu muito obrigado.
    Para mim foi muito importante partilhar e sentir que fui compreendido.

    Um abraço muito grnade a todos vocês

    ResponderEliminar
  19. Sim Argos

    Nem sempre as palavras são precisas... especialmente entre amigos que se respeitam e entendem.

    Existe um rio chamado sonho
    e nas suas margens descansam os olhos...em contemplativa meditação.

    Um beijinho,

    ResponderEliminar
  20. Querido Argos
    Como prometido estive silenciosamente algumas horas para sentirmos ambos essa paz que aqui refere...essa Luz que tanto nos dá VIDA(divindade em nós, senão seríamos clones). Como é que eu hei-de dizer isto? Que estive lá, naquele local e que todos se sentiram abrangidos por a tal LUZ que tudo PODE!
    Vou vir aqui todos os dias cheia de ânimo para partilhar consigo e com todos/as aqueles/as que sabem o que é ter sentimentos puros e não de fachada, como normalmente se passa na virtualidade.
    Diariamente estarei com os "nossos amiguinhos" os tais que gostam do "branco" e da "côr dourada" para que não percam de vista um menino de ouro que está a dar os 1ºs passos em direcção á paz. O Argos lembra-se desse menino também, não?! Ele vai ser forte, penso eu! E digo forte, porque tem muito com que se libertar ainda, para depois poder CAMINHAR - mas que aviso não será fácil... - porém, para quem já "penou" tanto...penso que daqui para a frente as coisas se farão com agilidade - sobretudo mental!
    Acha que ele será capaz?
    Se o Argos falar com ele, porque eu agora tenho de esperar que regresse de viagem...não pude ir, porque a minha reforma é baixa, mas bem que queira ter ido com ele também....mas um dia...um dia, quando menos se esperar.. - mas pedia que le dissesse já que viaja tanto, que lhe dissesse que nunca estará sózinho e que me terá sempre. E se eu tenho fé! Pode crer!!!
    Grata Argos por estes favores que lhe peço e abrace esse menino por mim!Diga-lhe que envio força, coragem, e que ele volte são e salvo!
    Abraço meu para si apertado, sentido e a serenidade que transporto no coração.
    Sempre...
    (E)ternamente...
    Mariz

    ResponderEliminar
  21. Querido amigo

    Como prometi estou cá de novo. Ontem passei um pouco mal do coração e hoje ainda não me deitei.
    Espero que tudo esteja a correr pelo melhor e que a viagem se faça no mais curto espaço de tempo e venha de novo para junto de nós que aguardamos a chegada com ansiedade.
    Espero é que um qualquer vulcão, não se lembre de fumegar e deixar nova nuvem de fumo, que impeça a nevegação...

    Tenho feito direitinho o que prometi fazer até ao seu regresso.
    Os nossos amiguinhos estão todos a postos e depois não diga que lá por eles serem invisíveis - na net tudo é invisivel, hihihi - não fazem um trabalho cheio de amor e dedicação.
    Por isso mesmo se chamam
    anjos(na terra).
    Sempre leio mais qualquer coisa neste post.
    Sabe o que lhe digo? Que afinal "medita" - só que através da escrita. Porque meditar é isso mesmo...levar-nos mais além, visualizando tal como aqui, um belo quadro para viajarmos nele igualmente.
    Se fizer isso no silêncio da mente em que esteja apenas focado no que vê e cria, é meio caminho andado!
    Como vê é simples....
    E faz-lhe bem!

    Abraço meu de sempre
    Volte revigorado
    Regresse na PAX e com Deus. E que ELE o proteja.

    Sempre...
    (E)ternamente...
    Mariz

    ResponderEliminar
  22. Querido amigo

    Como reparou o comentário anterior foi meu sim, mas com a foto da Maysha...
    É que ela teve um problema com o blog e fui lá dar uma ajuda! então aconteceu que me esqueci de sair da página e da pass word dela, e vim aqui e também no post da Tétis comentar o "Porto Covo". Caso a Maysha não desse por isso e me avisasse ainda hoje viveria no esquecimento por aquilo que fiz.
    Ainda bem que assino sempre os meus comentários, portanto sou sempre responsável +por eles...e não! Não era plágio! - srsrsr.
    Então como encontrou o meu menino? Benzinho? Está a passar bem o tempo aí...sem muita "chuva" ou "nevoeiro" como normalmente acontece com um local onde não estamos "habituados" diariamente...embora possamos lá ir algumas vezes....???!!!
    Não sabe ainda quando ele regressará?
    Se o achar com "saudades nossas", dê-lhe ânimo, força, porque ele embora não pareça, é muito sentimental....é assim, porque é reservado demais. Já lhe disse que se deve soltar mais, porque senão o corpo é que sofre com tanto acúmulo de emoções e sentires!!! - fora o resto!

    Agora vou..
    Amanhã virei de novo.
    Tenho imensas dores no meu dedo da mão esquerda porque tenho um antigo quisto que começou a infectar há cerca de 1 semana - estava cá desde há 2 anos...devido a uma picada de um bicho, enquanto fazia jardinagem.
    NUnca me doeu senão na altura e só agora...

    Como sou muito mariquinhas já estou a pensar se isto continuar a doer-me - então a escrever é demais porque faço-o com os dedos todos - não terei de ir a algum médico e depois me "aconselhe" a fazer uma pequena cirurgia....
    Vamos ver...não vou sofrer por antecipação - já me basta as dores no dedo.

    Abraço meu cheio de carinho
    E bom regresso!
    Sempre...
    (E)ternamente...
    Mariz

    ResponderEliminar
  23. Meu amigo querido

    Cá vim de novo, porque estive uns dias sem poder escrever...o dedo está melhor, mas ainda não totalmente bom.

    E então como vai? Já marcou bilhete de avião de regresso, ou ainda não sabe quando a volta?!
    Tenho feito o que me propus...por isso penso que o seu regresso possa estar para mais breve do que se possa pensar...

    A esperança e a vontade de vencer devem ser indestructíveis, lembre-se disso.
    Esse tempo aí quase em clausura, são também um óptimo exercício para não pensar em nada mais a não ser em SI - entende o que pretendo dizer?!

    Agora vou, porque estou a acabar uma surpresa a um bloguista que nem é assíduo no meu blog e eu penso que só o comentei umas 3 vezes, mas como não entende de blogs e já tem uma idade avançada, estou a fazer-lhe um blog inteiro, como fiz no meu 2º aniversário. Penso que o vai fazer feliz.
    Tenho por isso tido muito trabalho desde ontem já de madrugada, quando consegui escrever com menos dificuldade.
    Depois mostro-lhe por mail. Tá bem?

    Abraço apertadinho e um beijo nas suas mãos
    Volte depressa
    Sempre...
    (E)ternamente...
    Mariz

    ResponderEliminar

Cada comentário a este post é mais um Facho de Luz que nos ilumina.
Mas, se apenas quiser assinalar a sua presença, dar-nos um recadinho ou dizer-nos um simples “olá”, poderá também fazê-lo no nosso Mural de Recados.
A equipa do Farol agradece o vosso carinho e Amizade.