quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Nada

Passeia pelas veredas ao acaso, fazendo estalar as folhas secas caídas no chão.
Conhece cada canto do parque que elegeu como seu.
Ama aquela luz, aquela cor, aquele odor húmido que se eleva do rio.
Mas hoje não vê nada, não ouve nada, não sente nada…
Ou melhor, sente.
Sente uma dor no peito e umas lágrimas teimosas que tentam surgir em público.
Faz um esforço para as controlar, respira fundo para tornar mais suportável o peso no tórax.
Um homem não chora, pois não?
Desvia-se com alguma brusquidão, de alguém devidamente credenciado, que o quer sensibilizar para uma causa filantrópica que envolve crianças.
Arrepende-se imediatamente do seu acto e, mentalmente toma nota, para no dia a seguir passar pela sede dessa associação.
É sempre assim.
Porque é que se mostra tão resistente e muitas vezes sem paciência para as fraquezas dos outros?
Contradições.
Num momento duro, no outro benevolente.
As lágrimas voltam a querer libertar-se.
Respira de novo fundo.
Um homem não anda por aí a chorar.
Mas ele não quer ser homem, pelo menos naquele momento.
Quer voltar a ser o “menino pequenino” que se sente seguro entre os braços de quem o defende contra o mundo.
Quanto mais afasta mais sente necessidade desse abraço.
Outra contradição.
É feito de contradições.
Quer sentir um abraço inquestionável.
Não quer que o abracem por…
Quer um abraço porque…
Quem entende a diferença?
E as malditas lágrimas que não desistem.
Talvez não faça mal a um homem chorar.
Mas ele não quer chorar.
Não pode correr o risco de se evaporar com as lágrimas.
Afinal os homens também desaparecem, não desaparecem?

15 comentários:

  1. Querido Amigo
    Claro que sim! Os homens também desaparecem...e por vezes sem sabermos porquê?! Quase que evaporam na aragem, ou no nevoeiro como o nosso rei, tão desejado.
    Passei por aqui para desejar um ano o melor possível porque ele já entrou fazendo estragos através da natureza - aliás que já se esperava e tudo o mais que deve vir por aí...
    que o céu o proteja e o faça ver e sentir mais ainda como tudo realmente É.
    Isto é o que desejo para que consiga "despertar" na totalidade porque já senti que não mais anda tateando.
    Um abraço imenso e jamais o esquecerei - ao contrário de outros que me esqueceram!

    Sempre
    Com ternura
    Mariz

    ResponderEliminar
  2. melhor - queria eu escrever....
    (a minha trapalhice no teclado continua...)

    ResponderEliminar
  3. Olá, Argos

    Excelente texto, que vai até ao fundo das contradições da Alma humana, analisando-as e sugerindo caminhos...

    Um Bom Amo.

    Abraço

    Olinda

    ResponderEliminar
  4. Argos,

    E agora?
    E agora?...

    Sim, um Homem também chora!

    Sim, um Homem também tem momentos de desânimo!

    Sim, um Homem necessita, muita, muita vez, de um abraço, diria mais, necessita de um colo!

    Sim, um Homem tem altos baixos, até no humor!

    Sim, um Homem ama, sente, sofre!

    Sim, mas um Homem também aprende a ser feliz!

    Sim, um Homem reúne todas estas características.

    Sim, se não as reunir não é um Homem.

    Abraço grande.

    Abraço pela partilha.
    Abraço pela beleza do texto.
    Abraço por estares connosco numa blogosfera nem sempre humanizada.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  5. que texto maravilhoso...intenso...completo...verdadeiro...

    um homem chora...desaparece...desmancha...é um ser humano...como qualquer outro...o sexo não o faz diferente na hora de sentir as mesmas emoções...sentimentos dos demais...

    somos todos iguais...emoção...sentimento...tudo a flor da pele...

    um grande e afetuoso abraço...

    Zil

    ResponderEliminar
  6. Olá Argos

    As "contradições" são próprias do ser humano, uns mais contraditórios do que outros mas mesmo assim não são defeito, são realidades com as quais temos de conviver.

    Um belo texto que, por razões óbvias que tão bem entendes... não vou comentar.

    E lá vai "aquele" abraço, o "abraço inquestionável", penso que entendo a diferença...

    ResponderEliminar
  7. FELIZ AÑO NUEVO, LLENO DE BENDICIONES
    UN BESITO ROSA FRIAS

    ResponderEliminar


  8. En una hoja en blanco escribo
    un bello día de cumpleaños,
    un amanecer de ilusiones,
    y un año más de vida,
    que con placer comparto.

    En Mis caricias del alma
    he dejado un trozo de tarta
    y un sencillo detalle,
    para celebrar este día
    con la calidez de tu alma.

    María del Carmen

    ResponderEliminar
  9. .

    .

    . choram todos os homens . e nunca esquecem as almas de boa vontade .

    .

    . as restantes . a serem resto . são restos . são franjas do des.tempo . e pétalas de mal.me.quer .

    .

    . um abraço .

    .

    .

    ResponderEliminar
  10. Queridos amigos, maravilloso texto.
    fue un placer inmenso leerlos.

    ♫ .♥.•* ★¨`*•♫.•´*.¸.•´♥ ♫¸.•´♥ ♫
    ☀ ☀ Queridos☀ Amigos! ☀ ☀
    ♫ .♥.•* ☀¨`*•♫.•´*.¸☀.•´♥
    ┊ ┊┊ ┊☀┊ ┊ ┊┊ ☀ه Besitos
    ه┊ ☀ ┊ ┊ ི♥ྀ
    ☀ ┊┊ ☀هQue Dios los bendiga
    ه┊ ☀
    ི♥ྀ

    ResponderEliminar
  11. Hola amigo Argos,

    Como que nada?
    Feliz año 2012 para ti y la gente que amas.

    Te mando un abrazo muy grande.

    ResponderEliminar
  12. Argos um homem ama, sente, chora, tem momentos de alegria e tristeza, enfim todos temos sentimentos não interessa o sexo.
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  13. Faça alguma coisa que gostaria muito de fazer
    e por qualquer motivo não o fez,
    arrisque, não tenha medo, sejas feliz."

    Te desejo um Ótimo Domingo,
    e uma semana abençoada! M@ria

    ResponderEliminar
  14. Argos,

    O que me apetece roubar o "amigo" que está no post, aquele que te dá o abraço!

    Não, não roubo.
    É teu, mereces!

    E deixo-te o meu.
    Ainda que virtual, é muito sentido.

    Aceitas?!

    ResponderEliminar
  15. A todos os que por aqui passaram um abraço grande

    ResponderEliminar

Cada comentário a este post é mais um Facho de Luz que nos ilumina.
Mas, se apenas quiser assinalar a sua presença, dar-nos um recadinho ou dizer-nos um simples “olá”, poderá também fazê-lo no nosso Mural de Recados.
A equipa do Farol agradece o vosso carinho e Amizade.