quinta-feira, 31 de maio de 2012

Uma História


Porque não devo perder a capacidade de sonhar.
Porque não quero matar o menino que há em mim.
Porque gostaria que o mundo fosse "descomplicado"  como as histórias de embalar.
Porque tenho saudades de ti.
Porque estou preocupado.

Uma história (de ninar) com faróis.

Era uma vez um Farol, mas não um farol qualquer.
Este Farol tinha como missão zelar para que dois barquinhos chegassem sempre a bom porto.
Só dois?
Não, mas esses dois eram os que dificultam a sua tarefa!
Os barquinhos eram irrequietos e agitavam-se demasiado nas ondas do mar.
Agitavam-se tanto que os seus cascos batiam um no outro com certa violência que os fazia esticar as amarras.
Esticavam tanto, tanto, que as cordas em tensão emitiam um som muito parecido com o canto das sereias que Ulisses ouviu na sua viagem e todos nós sabemos que esse som não era nada bom: levava para o verde abissal quem o ouvia.
Para que isso não acontecesse aos barquinhos impetuosos, o nosso Farol fazia soar a sua voz. Uma voz profunda, modelada com calma, que abafava o outro canto e fazia serenar os ânimos desavindos.
Mas os barquitos não paravam e por vezes quase desapareciam no mar alto, tão longe que já não se avistavam e nem a voz do Farol os conseguia alcançar.
Nessas ocasiões, o Farol, concentrava-se a derramar a sua luz forte e ao mesmo tempo suave sobre o mar, fazendo com que essa luz se transformasse num caminho de luar e diminuísse as distâncias.
Os barquitos fugidios seguindo a “estrada” prateada voltavam ao porto seguro, à enseada que existia aos pés do Farol e dormiam serenos…até novo ímpeto os sacudir.
E o Farol?
O Farol continuava a velar para que os dois barquinhos tivessem uma existência longa e feliz.

10 comentários:

  1. Como gostei, Argos, meu Amigo!
    Deixa-me partilhar contigo a menina que mora no meu coração e gosta de ser AMIGA de outros meninos e meninas que acreditam que vale a pena ser criança...mesmo que a idade tenha passado!
    Parabéns!
    Beijo.
    isa.

    ResponderEliminar
  2. Que lindo !!! Adorei essa historinha!! Tocante!abraços,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  3. Olá Argos,

    Que belíssima metáfora!
    Uma metáfora que se aplica a muitos(haverá assim tantos?!) "faróis" que guiam os nossos caminhos, que nos ajudam a alcançar um bom porto, o porto de abrigo que nos serve de protecção, de consolo.

    Abraço grande, muito grande.

    ResponderEliminar
  4. Linda história!!
    Assim como os barquitos, temos todos nós também, faróis a nos guiar pela imensidão da vida...às vezes, quase não enchergamos a sua luz, mas ele sempre está lá, a nos guiar.

    Tenha um maravilhoso final de semana!!
    Beijos!♥

    ResponderEliminar
  5. Bella historia.

    Todos tenemos un faro que nos ilumina en los malos momentos de nuestra vida. Observemos las señales que nos muestran y nos irá bien.

    Un abrazo

    ResponderEliminar
  6. A saudade,
    é um sentimento que
    com o tempo traz tristeza,
    que com a alma traz esperança,
    e que se apoia na amizade.
    *Verônica Januário Luz*.
    Eu me apoio na sua amizade para
    continuar seguindo minha história .
    Sua visita e seu carinho me ajuda
    a transpor barreiras nesse momemto .
    Deus sempre é mais forte que a angústia.
    E ele esta sempre presente na minha vida
    continuarei levando minhas visitas
    da forma que me for possivel
    de estar sempre presente .
    Não devo e nem posso me isolar das
    minhas amizades por ñ estar conseguindo teclar.
    Pode haver muitos Amigos em nossas vidas, mais amizades verdadeiras
    para mim é para sempre.
    Por isso falar sobre problemas , meus sentimentos,
    não da soluções para todos os problemas da minha vida, dúvidas ou medos,
    mas me ajuda a viver mais feliz.
    Agradeço de todo coração pela sua amizade
    e seu carinho.
    Estou triste por não ser compriendida
    por levar cola nas minhas visitas.
    Na próxima semana vou fazer uma postagem.
    Não tenho duvidas ,que a pessoa que me aborrece tanto
    vai sentir vergonha de si mesmo.
    Foi esse o motivo do meu afastamento por uma semana
    receber mais insultos .
    A falta de instrução e educação infelizmente
    não tem limites.
    Não fique triste comigo por desabafar
    ao fazer isso é porque tenho certeza da sua amizade e carinho por mim.
    Desesejo um abençoado Final de Semana
    paz e luz.
    Beijos com saudades.
    Evanir..

    ResponderEliminar
  7. Argos, que texto mais lindo!
    Amo esse farol, que guia os barquinhos.
    Amei te ler aqui, nessa poesia tão exposta.

    Beijão querido

    ResponderEliminar
  8. Amigo Argos,
    Preciosa historia, al final la vida es eso, una historia.

    « L'histoire est composée de ce que les hommes font contre leur propre génie. »

    Abraço grande

    ResponderEliminar
  9. Qué bella historia, qué bella música, precioso pueblo y, hermoso escudo, amigo.

    Entrañable y emotiva entrada. Felicidades y besos. María

    ResponderEliminar
  10. A todos quantos tiveram paciência para ler esta "história" até ao fim, o meu obrigado e um abraço grande

    ResponderEliminar

Cada comentário a este post é mais um Facho de Luz que nos ilumina.
Mas, se apenas quiser assinalar a sua presença, dar-nos um recadinho ou dizer-nos um simples “olá”, poderá também fazê-lo no nosso Mural de Recados.
A equipa do Farol agradece o vosso carinho e Amizade.