sábado, 4 de novembro de 2017

A morte não é nada



A morte não é nada.
Apenas passei ao outro lado do mundo.
Eu sou eu. Você é você.
O que fomos um para o outro, ainda o somos.
Dá-me o nome que sempre me deste.
Fala-me como sempre me falaste.
Não mudes o tom a um triste ou solene.
Continua rindo com aquilo que nos fazia rir juntos.
Reza, sorri, pensa em mim, reza comigo.
Que o meu nome se pronuncie em casa
como sempre se pronunciou,
sem nenhuma ênfase, sem rosto de sombra.
A vida continua significando o que significou: continua sendo o que era.
O cordão de união não se quebrou.
Por que eu estaria fora dos teus pensamentos,
apenas porque estou fora da tua vista?
Não estou longe, somente estou do outro lado do caminho.

(Santo Agostinho)

9 comentários:

  1. Tetis,

    Um abraço muito grande, daqueles que não deixam espaço para mais nada que não seja a amizade e o conforto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querido Amigo,

      Acredita que ver aqui o nome Argos deu-me um conforto imenso, um bem-estar que só um abraço amigo pode proporcionar.

      Eliminar
  2. Gostei muito do que li! belo e profundo! bjs, chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada amiga Chica.

      Um grande beijinho para ti.

      Eliminar
  3. Olá, Tétis.

    Sempre que vejo o "Farol..." no topo dos blogues que leio, venho até cá ler, quer comente ou não.
    Hoje, não foi excepçção.
    Achei o poema de Santo Agostinho, muito tocante, palavras que calaram fundo no meu coração.
    Deixo-lhe um forte abraço, daqueles que eu própria estou a precisar de dar e receber.

    Espero que o aceite, com toda a amizade que por si sinto.

    Janita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Janita,

      É claro que aceito e agradeço do coração esse forte abraço que sobretudo agora tanto estou a precisar.

      Também sinto essa amizade que, embora virtual e apesar de muitos silêncios e ausências vai perdurando através do tempo.

      Eliminar
  4. Olá,Tétis!
    Há quanto tempo não vinha até aqui, mas a verdade é que o Farol nunca foi esquecido.

    E hoje, seja qual for o motivo que te entristece quero que saibas que estou contigo. É que Amizade é isto mesmo: saber dizer "Presente" nos momentos de maior dor e angústia.
    Abraço sentido, um abraço igual a comunhão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,

      Ainda bem que vieste ao Farol e voltaste no momento certo. E precisava de ouvir precisamente o que me dizes, que estás comigo.

      Há momentos e fases da nossa vida em que a Amizade e o conforto dos Amigos é tudo o que mais precisamos para nos sentirmos um pouco melhor.

      Obrigada por esse abraço sentido cujo calor me confortou tanto.

      Eliminar

Cada comentário a este post é mais um Facho de Luz que nos ilumina.
Mas, se apenas quiser assinalar a sua presença, dar-nos um recadinho ou dizer-nos um simples “olá”, poderá também fazê-lo no nosso Mural de Recados.
A equipa do Farol agradece o vosso carinho e Amizade.